21 de março de 2012

MÃE

"MÃE...


Fazias hoje 67 anos.

Deixámos de te ter ao nosso lado aos 49 anos, mas sabes passados estes anos consigo imaginar-te como serias se ainda estivesses aqui. Terias mais umas ruguinhas com toda a certeza, mas continuavas com aquele olhar meigo que só tu tinhas e aquele sorriso unico que iluminava todos à tua volta.

Sabes...um dia em Odeceixe, uma senhora que te conheceu desde pequenina disse...-me: "você é parecida com a sua mãe, mas o sorriso dela era ainda mais bonito, parecia que toda ela brilhava..." Como podes imaginar fiquei super orgulhosa, a minha mãe já era uma estrela antes de o ser.

Sinto uma tristeza enorme porque não conheceste os teus netos..., sabes tens 3 netinhos maravilhosos e todos têm muito de ti. Sabem que estás no céu, num lugar maravilhoso em que só as estrelas mais bonitas podem entrar. E tu estás lá a olhar por eles. Por vezes até consegues tocar-lhes mas eles não te vêem. E continuas ali.

E eu mãe? Tenho tantas saudades tuas! Queria que me desses a mão como se eu tivesse ainda 2 aninhos e precisasse da tua mão para atravessar a estrada. A estrada da vida. Aquela que tem sempre muito movimento e por vezes se torna perigosa.

Homenageio-te aqui perante toda a gente porque tu foste e serás sempre uma mãe maravilhosa, doce, meiga, carinhosa e atenta aos filhotes, que abdicaste da tua vida em prol da familia. Uma super mãe! E eu nunca conseguirei recompensar-te.

Partiste cedo demais, mas acredita que deixaste para todo o sempre a marca da tua curta existência nos nossos corações. AMO-TE MÃE!*"
 
Postado no facebook em 21/Março 2012

20 de março de 2012

5 anos depois

"Faz hoje exactamente 5 anos que a médica deu-me a noticia que mudou a minha vida. "A Isabel tem cancro da mama" disse.


Recordo-me como se fosse hoje. Naquele momento senti-me dormente, o corpo desfalecido, a mente bloqueada.

Só consegui perguntar: "acha que vou conseguir criar a minha filha?" Ninguém tem a resposta.

Hoje passado este tempo, tenho vivido um dia de cada vez e é assim que vou conti...nuar a viver, acreditando no momento e no prazer da vida. Vivo o hoje porque o hoje é meu e ninguem mo tira.

Luto para viver e por viver o melhor possivel. Adoro a vida apesar da sua crueldade. Adoro os meus amigos porque não sei viver sem eles. Adoro a minha familia, porque fazem parte de mim. Adoro a minha filha, porque tem sido e será a luz da minha vida. E para além disse também aprendi a gostar de mim.

Afinal nem tudo é mau!

Tchim tchim à vida!"
 
Postado no facebook em 20/Mar/2012