3 de maio de 2011

Antes tarde do que nunca

Hoje de manhã esbarrei com este texto maravilhoso. A avaliar por aqui, o livro "Antes tarde do que nunca" deve valer a pena.
Beijoka



"Olá! Tudo em Paz?


Em uma conversa com amigos, um rapaz perguntou: “Quando tudo está complicado demais e estamos com mil problemas, como fazer para ser feliz?”

Para responder a essa pergunta, comecei contando uma pequena história que ouvi do meu amigo Roberto Shinyashiki:

“Um homem escorregou à beira de um precipício e ficou pendurado na raiz de uma árvore. Seus gritos de socorro atraíram um enorme urso faminto.

Do topo do barranco, o urso tentava abocanhar sua cabeça.

Vieram também um grupo de onças que, logo abaixo de seus pés, se esforçavam para derrubá-lo.

Já sem saber o que fazer, o homem olhou para o lado e viu um pequeno pé de morangos com a mais linda fruta que ele já vira, brilhando ao sol.

Esforçando-se para estender um dos braços, apanhou o morango, trouxe-o para perto do seu rosto.

Olhou-o com prazer, sentiu seu aroma delicioso e se deslumbrou com suas cores.

Então, ele disse: ‘Ora, dane-se o urso… Ora, danem-se as onças…’.

E comeu o morango prazerosamente, deliciando-se com seu sabor doce e especial”.

Em geral, as pessoas só têm olhos para as desgraças da vida – ou para as dificuldades da vida, que elas normalmente chamam de desgraças.

E isso as afasta da felicidade. Tudo o que elas veem, dizem e fazem está associado a resolver problemas.

Ou, pior ainda, a reclamar dos problemas, muitas vezes sem fazer coisa alguma para resolvê-los.

Essas pessoas não dão a si mesmas a chance de admirar um pôr do sol, de brincar com seus filhos, de curtir um namoro com o companheiro.

Simplesmente porque “têm muita coisa para resolver” – como se tudo na vida dependesse delas.

Em resumo, estão tão preocupadas com “os ursos e onças da vida”, que jamais conseguirão ver o delicioso morango que está ao seu lado.

E muito menos saboreá-lo.

Para ser feliz, é imprescindível que você reserve um espaço em sua vida para apreciar as coisas boas que existem ao seu redor.

Se você ficar esperando que as dificuldades acabem para começar a ser feliz, sua vida vai passar sem que você a tenha desfrutado.

É preciso que você entenda e aceite que as dificuldades existem e sempre existirão. Mas não são impedimentos para a sua felicidade.

Em resumo, você pode sempre optar por ser feliz, apesar de todas as coisas que o possam estar incomodando ou magoando.

Só depende de você querer ser feliz e fazer algo para ser feliz. Independente do que o possa estar angustiando.

Um abraço e muita Paz!


Gilberto Cabeggi"

2 comentários:

IsaLenca disse...

Pois claro! Mal de nós se nos deixássemoa abater e cruzássemos os braços. Há bocadinhos bem bons que ajudam a fortalecer aquilo que está mau.

Bjs

IsaLenca disse...

e a enfrentar aquilo que está mau...dahahah