12 de maio de 2010

Corrida da Mulher


Eu e a Mafalda vamos no grupo das amigas da APAMCM.

REGULAMENTO DA PROVA “EDP - Lisboa, a Mulher e a Vida”ARTIGO 1º
DENOMINAÇÃO
No dia 16 de Maio de 2010, pelas 11:00h, realiza-se a 5ª edição da prova denominada “EDP - LIsboa, a Mulher e a Vida ”, exclusivamente destinada a mulheres, organizada pelo MARATONA CLUBE DE PORTUGAL, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.
ARTIGO 2º
PARTICIPAÇÃO
Poderão participar mulheres com idade superior a 14 anos, a andar, a marchar ou a correr, desde que devidamente inscritas.

ARTIGO 3º
DISTÂNCIA E PERCURSO
A prova decorrerá numa distância de 5km, totalmente urbana, em piso de asfalto. A partida será na Rocha Conde de Óbidos (traseiras da discoteca "Dock's Club", prosseguindo pela zona das Docas, Museu da Electricidade, sempre junto ao Rio, e Meta junto à Torre de Belém.

ARTIGO 4º
INSCRIÇÕES
Preços: EUR 11,00 (onze Euros), que se destinarão à compra de aparelhos de rastreio do cancro da mama.
As Mulheres a quem tenha sido diagnosticado qualquer tipo de cancro ficam isentas do pagamento.
Prazos: As inscrições decorrem entre 6 de Abril e 15 de Maio.
Notas: A prova é limitada a 15.000 participantes / Não se aceitam inscrições no dia da prova.
Locais de inscrição:
• Agências Banif
• www.banif.pt (só para clientes Banif)
ARTIGO 5º
ENTREGA DOS DORSAIS
Os dorsais serão entregues entre os dias 13 e 15 de Maio, junto ao Museu da Electricidade (em Belém), das 10.00h às 20.00h. É imprescindível a apresentação do comprovativo bancário da inscrição (de uma agência BANIF). Caso se trate de uma inscrição “on-line”, através do www.banif.pt, deverá ser apresentado igualmente o comprovativo de inscrição.
ARTIGO 6º
ENTREGA DE “CHIPS”
Os “chips” serão entregues na SportExpo que decorre entre os dias 13 e 15 de Maio e deverão ser devolvidos à organização no final da prova, até porque ficam automaticamente inutilizados. Relembramos que o uso do chip só é obrigatório para quem se candidata a um dos prémios por equipas. As atletas individuais só devem solicitar o "chip" se quiserem efectivamente ter o seu registo de tempo.
ARTIGO 7º
ASSISTÊNCIA MEDICA
A organização contratará um serviço de assistência médica especializada (SAUDE CUF).
ARTIGO 8º
CLASSIFICAÇÕES
As classificações por equipas serão efectuadas mediante a soma dos pontos referentes aos lugares de classificação de todas as atletas que integram a respectiva equipa.
As classificações oficiais serão publicadas:
na Revista SPORTLIFE e em www.corridadamulher.com
ARTIGO 9º
DESCLASSIFICAÇÕES
O Serviço de Assistência Médica e os Juízes Árbitros, estão autorizados para retirar de prova qualquer atleta que:
1. apresente um mal estar físico.
2. não realize o percurso completo.
3. se apresente sem dorsal ou não o tenha visível.
4. dobre, oculte ou manipule a publicidade do dorsal.
5. manifeste um comportamento anti-desportivo ou se dirija à organização em termos inapropriados.
ARTIGO 10º
VEÍCULOS
Os únicos veículos autorizados a seguir a prova são os designados pela organização. É totalmente proibido seguir as atletas de automóvel, moto ou bicicleta, por razões de segurança.
ARTIGO 11º
PRÉMIOS E OFERTAS
Haverá prémios para as atletas vencedoras das diferentes categorias (desde que nelas inscritas) e medalhas comemorativas para todas as participantes que cortem a Meta.
No momento da entrega dos troféus, a organização poderá solicitar às equipas vencedoras um comprovativo de que pertencem às mesmas.
ARTIGO 12º
RESPONSABILIDADE
As atletas participarão no evento sob sua única e exclusiva responsabilidade, assumindo que no momento da inscrição e no dia da prova se encontram fisicamente aptas para o esforço inerente à prova. A organização assegura às atletas inscritas um seguro de acidentes pessoais, exigido pela Federação Portuguesa de Atletismo, com um capital por morte ou invalidez permanente, no valor de EUR 25.000,00 e despesas de tratamento até EUR 2.500,00, declinando toda a responsabilidade pelos danos que as atletas possam provocar durante a prova, a si próprias ou a terceiros, que não se encontrem abrangidos por este seguro.
ARTIGO 13º
DESISTÊNCIAS
A organização espera que todas as participantes terminem a prova. Todavia, em caso de desistência, a atleta deverá comunicá-lo e entregar o “chip” a um elemento da organização. Poderá, ainda, entregá-lo à organização na zona da Meta ou enviá-lo posteriormente (dentro do envelope RSF que é facultado na SportExpo) para o MARATONA CLUBE DE PORTUGAL, Bº Francisco Sá Carneiro, Avª João Freitas Branco, nº 10, Laveiras, 2760-073 Caxias.
ARTIGO 14º
RESOLUÇÃO DE DIFERENDOS
Em caso de diferendo, a organização reger-se-á pelo estipulado nos regulamentos da IAAF.
Nota: A participação na prova implica a aceitação deste regulamento.

http://www.corridadamulher.com/index.php?content=4

2 comentários:

Ana Mafalda disse...

Querida, acho que vou ter de começar a postar aqui neste blogue!!
Cada vez que o visito deslumbro-me com as descrições tão pormenorizadas e fiéis do que ando para aí a fazer.
A vida sem ti não era a mesma coisa...
Beijocas grandes ILY

imel disse...

Eu limito-me a descrever as barabaridades que andamos para aqui a fazer. Que somos malucas, somos e depois?

Pois eu digo o mesmo! isto sem ti era uma pasmaceira!

Beijokinha e espero que postes mesmo!