24 de maio de 2010

Viver em contra luz

Hoje quando cheguei ao trabalho e para variar tinha um rol de mails para abrir. No entanto, houve um apenas que mereceu toda a minha atenção e quero partilhá-lo convosco.

Por favor leiam, vejam o trailer e repassem-no a quem entenderem. A mensagem é simples mas diz tudo. E nós sabemos porquê.

Olá isabel branco,


O meu nome é João e faço parte da equipa do Vida de Qualidade. Há umas semanas, tive a oportunidade de participar num workshop, sobre PNL, onde me foi dado a conhecer o Trailer do filme CONTRALUZ. Filme que Fernando Fragata, realizador de «Sorte Nula», realizou nos EUA com Joaquim de Almeida, e que mereceu o louvor de António Feio na abertura do respectivo «trailer».

«Daqui a 100 anos a população actual do mundo estará morta. Os nossos familiares. Os nossos amigos. Os nossos filhos. Tu e eu. 7 mil milhões de seres humanos desaparecerão para sempre. Todos caminhamos em direcção à luz.
Até lá. Vive, em Contraluz!».
Esta é a premissa do novo filme de Fernando Fragata, que se pode ler no respectivo «trailer», precedida por uma mensagem de António Feio, a reconhecer o valor de se aproveitar cada minuto de vida, algo que parece estar subjacente ao tema da película.

Para ter uma Vida com qualidade é é necessário saber aproveitar cada dia... cada momento... não deixar nada por dizer... e nada por fazer.
Estas são, na minha opinião, as mensagens mais importantes transmitidas pelo trailer.


Por tudo isto e também porque a mensagem me tocou bastante, estou aqui a compartilha-la contigo.


Se da mesma forma que eu, achares que vale a pena passar a mensagem. Não deixes de o fazer, reencaminha para os teus amigos.

Clica aqui para ver o trailer

http://www.vidadequalidade.org/viver-em-contra-luz

Um forte abraço e vive a vida.
João Manuel
A vida é dura, mas eu sou mais ainda.

17 de maio de 2010

Vai uma corridinha?






No passado domingo foi mais uma corridinha da mulher com o propósito de angariar dinheiro para apoiar a compra de equipamento na prevenção do cancro da mama.

Eu e a Mafalda fomos juntar-nos ao grupo das amigas da APMCM e assim percorremos os 5km não a correr mas a dar à lingua. É muito bom o espirito que se vive nos eventos que apoiam causas tão nobres e talvez por isso as pessoas entregam-se de corpo e alma com uma alegria contagiante.

O dia estava bonito, com um sol que convidava a caminhada, de tal forma que no final quando cheguei a casa é que vi que tinha apanhado um escaldão à camionista.

No final recebemos a medalha de participação e dedicámos esta corrida a uma grande amiga nossa que está a travar uma luta desigual contra esta doença há já algum tempo, a nossa querida e jovem Benilde.

Esta medalha é para ti, Benilde!
Força amiga, gostamos muito de ti!
Que Deus esteja contigo!

12 de maio de 2010

Corrida da Mulher


Eu e a Mafalda vamos no grupo das amigas da APAMCM.

REGULAMENTO DA PROVA “EDP - Lisboa, a Mulher e a Vida”ARTIGO 1º
DENOMINAÇÃO
No dia 16 de Maio de 2010, pelas 11:00h, realiza-se a 5ª edição da prova denominada “EDP - LIsboa, a Mulher e a Vida ”, exclusivamente destinada a mulheres, organizada pelo MARATONA CLUBE DE PORTUGAL, com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.
ARTIGO 2º
PARTICIPAÇÃO
Poderão participar mulheres com idade superior a 14 anos, a andar, a marchar ou a correr, desde que devidamente inscritas.

ARTIGO 3º
DISTÂNCIA E PERCURSO
A prova decorrerá numa distância de 5km, totalmente urbana, em piso de asfalto. A partida será na Rocha Conde de Óbidos (traseiras da discoteca "Dock's Club", prosseguindo pela zona das Docas, Museu da Electricidade, sempre junto ao Rio, e Meta junto à Torre de Belém.

ARTIGO 4º
INSCRIÇÕES
Preços: EUR 11,00 (onze Euros), que se destinarão à compra de aparelhos de rastreio do cancro da mama.
As Mulheres a quem tenha sido diagnosticado qualquer tipo de cancro ficam isentas do pagamento.
Prazos: As inscrições decorrem entre 6 de Abril e 15 de Maio.
Notas: A prova é limitada a 15.000 participantes / Não se aceitam inscrições no dia da prova.
Locais de inscrição:
• Agências Banif
• www.banif.pt (só para clientes Banif)
ARTIGO 5º
ENTREGA DOS DORSAIS
Os dorsais serão entregues entre os dias 13 e 15 de Maio, junto ao Museu da Electricidade (em Belém), das 10.00h às 20.00h. É imprescindível a apresentação do comprovativo bancário da inscrição (de uma agência BANIF). Caso se trate de uma inscrição “on-line”, através do www.banif.pt, deverá ser apresentado igualmente o comprovativo de inscrição.
ARTIGO 6º
ENTREGA DE “CHIPS”
Os “chips” serão entregues na SportExpo que decorre entre os dias 13 e 15 de Maio e deverão ser devolvidos à organização no final da prova, até porque ficam automaticamente inutilizados. Relembramos que o uso do chip só é obrigatório para quem se candidata a um dos prémios por equipas. As atletas individuais só devem solicitar o "chip" se quiserem efectivamente ter o seu registo de tempo.
ARTIGO 7º
ASSISTÊNCIA MEDICA
A organização contratará um serviço de assistência médica especializada (SAUDE CUF).
ARTIGO 8º
CLASSIFICAÇÕES
As classificações por equipas serão efectuadas mediante a soma dos pontos referentes aos lugares de classificação de todas as atletas que integram a respectiva equipa.
As classificações oficiais serão publicadas:
na Revista SPORTLIFE e em www.corridadamulher.com
ARTIGO 9º
DESCLASSIFICAÇÕES
O Serviço de Assistência Médica e os Juízes Árbitros, estão autorizados para retirar de prova qualquer atleta que:
1. apresente um mal estar físico.
2. não realize o percurso completo.
3. se apresente sem dorsal ou não o tenha visível.
4. dobre, oculte ou manipule a publicidade do dorsal.
5. manifeste um comportamento anti-desportivo ou se dirija à organização em termos inapropriados.
ARTIGO 10º
VEÍCULOS
Os únicos veículos autorizados a seguir a prova são os designados pela organização. É totalmente proibido seguir as atletas de automóvel, moto ou bicicleta, por razões de segurança.
ARTIGO 11º
PRÉMIOS E OFERTAS
Haverá prémios para as atletas vencedoras das diferentes categorias (desde que nelas inscritas) e medalhas comemorativas para todas as participantes que cortem a Meta.
No momento da entrega dos troféus, a organização poderá solicitar às equipas vencedoras um comprovativo de que pertencem às mesmas.
ARTIGO 12º
RESPONSABILIDADE
As atletas participarão no evento sob sua única e exclusiva responsabilidade, assumindo que no momento da inscrição e no dia da prova se encontram fisicamente aptas para o esforço inerente à prova. A organização assegura às atletas inscritas um seguro de acidentes pessoais, exigido pela Federação Portuguesa de Atletismo, com um capital por morte ou invalidez permanente, no valor de EUR 25.000,00 e despesas de tratamento até EUR 2.500,00, declinando toda a responsabilidade pelos danos que as atletas possam provocar durante a prova, a si próprias ou a terceiros, que não se encontrem abrangidos por este seguro.
ARTIGO 13º
DESISTÊNCIAS
A organização espera que todas as participantes terminem a prova. Todavia, em caso de desistência, a atleta deverá comunicá-lo e entregar o “chip” a um elemento da organização. Poderá, ainda, entregá-lo à organização na zona da Meta ou enviá-lo posteriormente (dentro do envelope RSF que é facultado na SportExpo) para o MARATONA CLUBE DE PORTUGAL, Bº Francisco Sá Carneiro, Avª João Freitas Branco, nº 10, Laveiras, 2760-073 Caxias.
ARTIGO 14º
RESOLUÇÃO DE DIFERENDOS
Em caso de diferendo, a organização reger-se-á pelo estipulado nos regulamentos da IAAF.
Nota: A participação na prova implica a aceitação deste regulamento.

http://www.corridadamulher.com/index.php?content=4

3 de maio de 2010

XI Encontro das Amigas do Peito - Foz do Arelho - 1 de Maio 2010

No passado sábado foi mais um dos encontros mágicos que já fazem parte da nossa vida. Desta vez, o local escolhido foi a Foz do Arelho e para nossa alegria esteve um dia ameno com o sol sempre a espreitar.

Eu e a Mafalda convencemos os maridos e lá fomos os 6 em direcção ao almoçinho prometido. Levámos a Carol porque achei que havia mais meninas para ela poder brincar, mas enganei-me, no entanto o Pastor Rolf foi a companhia da tarde.

Estendemos a manta no chão e sacámos dos morfes porque já se fazia tarde. A malta foi-se chegando e fomos partilhando experiências e duvidas com as mais novas e pondo a conversa em dia com as veteranas. Enquanto os homens se ocupavam com os jogos tradicionais e a Carolina corria e saltava com o Rolf, eu e a Mafalda e mais umas quantas desavergonhadas mostrávamos as mamas descaradamente para um rol de curiosas que teimavam em fazer daquele momento uma reportagem fotografica, talvez para mais tarde fazerem chantagem, qui ça?

Depois a Alda, o Zé Manel, a Manela Fellini, a D. Cacilda Cameron, a Isalenca e o perchista (n sei o nome do chavalinho de olhos azuis) presentearam-nos com um delicioso momento que nos fizeram chorar a rir. Aldinha querida, deixaste o teu Zé tão aflito!

Chegou a parte chata. Fui na conversa do Rui e gulosa como sou, fui diretinha ao salame que acenava para mim. Qual não foi o meu espanto quando logo na 1ª dentada, o raio do chocolate se colou ao céu da boca e teimava em lá ficar. O Rui insistia perguntando: Está bom, não está? Valeu-me alguma destreza e discretamente enquanto tentava articular uma palavras, ía engolindo devagar aquela coisa alienigena que quase me sufocava.

O sol foi-se afastando e chegava o frio do final de tarde. Depois foi o momento da foto da praxe que registou a boa disposição do grupo.

Comemos, bebemos, rimos e abraçámo-nos, mostrámos as cicatrizes e mamas cirurgicamente trabalhadas com expansor ou com fillet da barriga. Pusémos a conversa em dia e matámos as saudades.

Pena que o tempo foi pouco e não deu para falar com todas as meninas, mas ver todas já foi muito bom.

Um beijinho grande para todas e um abraço especial à Cris V.

Fica aqui algumas fotos que registam os melhores momentos.