12 de abril de 2009

Há 2 anos atrás

Fez hoje 2 anos que fiz a mastectomia.

Não era Páscoa. Provavelmente nesse ano nem me lembrei de tal coisa. Todos os meus pensamentos estavam focalizados na minha cura e queria ver-me dali para fora. Não faço questão de recordar passo a passo o que foram aqueles dias, passaram e acabou.

Saí dali sem uma mama, é certo, mas eu sou mais do que isso. Nunca permiti que a mama se sobrepusesse à sua própria condição.

Depois veio a história envolvida de um certo romantismo. "Filha, a maminha estava doente e teve que ficar no hospital para ser tratada, quando estiver boa, vamos lá buscá-la".

Volvidos estes 2 anos, a Carol ainda pergunta: "Mãe, quando é podemos ir buscar a maminha?"

10 comentários:

Lina Querubim disse...

Parabéns pela conquista!
O menos bom já se foi!
E Maminha tb a hás-de ter é de lamentar o tempo de espera...e que uma criança neste caso a tua filha te faça essa pergunta...mas o importante é que estás aqui ao pé dela a vê-la crescer e fazer-te muitas perguntas!
Beijokas grandes!!!
Boa semana!

Nela disse...

Parabéns, Linda!
Ano a ano enche a galinha o papo! E até irá encher a mama...

Jinhos grandes

Mrs. Sea disse...

:) Ainda bem que ela faz essa pergunta... Sihnifica que venceste e estás aqui para poder respondê-la!
O que é uma maminha ao pé da alegria de ter uma mãe?! NADA!
Bjins linda e parebéns!

IsaLenca disse...

Grande verdade Imel: és muito mais que uma mama! Ainda bem senão não serias minha amiga - o que interessa é todo o conjunto e a cabecita! E essa tu sabes salvaguardá-la muito bem.
E hão-de passar imensos anos.
Bjs

Alda disse...

Parabéns Imel!!!
O importante é viver... com, ou sem mama!!!
beijokas

Isa disse...

Parabéns Imel, o importante é estares cá, e a mama hás-de ir buscá-la um destes dias...
Beijinhos e tudo de bom
Isabel Alegria

Anônimo disse...

Pode acreditar Imel

Eu como marido de uma esposa mastectomizada posso assegurar-lhe que não é uma mama a menos que faz dela menos Mulher, antes pelo contrário, todo este processo permitiu uma maior aproximação e cumplicidade entre nós.

E já lá vão 5 anos e 3 meses

Um beijo

CP

Mimas disse...

Bjcs Imel, já estou com saudades dum almocinho contigo e com a Mafalda!

Lina Querubim disse...

Beijinhos e bom fim de semana

carla ervilha disse...

:) Tenho-te lido em silêncio. Às vezes a chorar, emocionada com as tuas alegrias ou zangada com coisas más pelas quais passaste. Outras vezes a rir, divertida com a forma como contas cenas mais hilariantes. Consegues escrever de uma forma que marca quem lê. És linda, Imel. Um beijo muito grande.