17 de julho de 2008

O téréré da Carol



No passado fim de semana fugimos de novo rumo a Milfontes. O tempo não esteve lá grande coisa, principalmente pelo vento que era bastante frio. Mesmo assim fomos à praia do Malhão que continua espectacular. A água é que estava de cortar....Brrrrr!!!!

A tarde é sempre dedicada ao descanso, que pode ser numa esplanada a comer caracóis ou a devorar um ganda gelado da Mabi. No larguinho do Castelo, estavam por lá uns "rastas" que por sinal vendiam umas peças bem giras e super originais feitas em prata e pedras vindas da Tailândia. Uma delas fazia umas "massas" no engenho dos térérés. Como a mãe é mais maluca do que a filha, desafiei-a a fazer um dito téréré, que até acho uma certa piada, mas só durante o Verão. Pronto, tá feito, pega lá os 8 euritos e já gozas. Enquanto ali estivémos a "rasta" teve sempre ocupada nesta arte. A seguir já lá estavam mais candidatas.

No Domingo de regresso a Lisboa, parámos em Porto Covo para tomarmos um café e fiquei agradavelmente surpreendida com as obras que fizeram no largo. Vão até lá se puderem e depois contem como foi. A Costa Vicentina é sempre bonita, seja de Inverno ou Verão.

11 comentários:

Loulou disse...

Ai, Porto Covo... que saudades que eu tenho. Sabes, durante alguns anos do tempo de faculdade, ia sempre passar férias a Porto Covo. Tenho um amigo com casa lá que os pais me adoptaram. Era maravilhoso. Há anos que não passo por lá.

Beijos

Cinda disse...

Vou sim, até porque este ano, levo comigo uns amigos lá para o monte dos tios, que fica na Lagoa de Santo André.
Esta costa é lindíssima, melhor só o Norte.
Quem sabe se ainda nos vamos encontrar???Vou para baixo dia 8 de Agosto se nada houver em contrário.
E quanto ao terere é muito giro. Até eu faço no meu.
Beijocas para as duas.

Nela disse...

Eu também gosto de térérés!
E também gosto de Porto Covo. E estou a trabalhar... :o(

laura disse...

*****

O que é o téréré?
Expliquem-me.

Beijinhos, tudo joia para ti, beijinhos,
laura

Nela disse...

Laura, a ti é que te ficava bem um téréré...
Tens que experimentar...

IsaLenca disse...

O teréré pode ser ou uma bebida - Tereré, que também se pronuncia tererê, é uma bebida feita com a infusão da erva-mate,de origem guarani. É consumida com água, sucos, hortelã , cedrón,hortelã, limão, côco, entre outros; ou então os tererês são apliques de linha colorida sobre uma trança de cabelo natural. O material necessário é uma tesoura, linhas coloridas que podem ser fios médios de crochê ou lã e um elástico ou silicone pequenos para prender o cabelo. Quanto mais fino o fio, maior deve ser o seu comprimento para cobrir toda a trança. As miúdas gostam de colocá-los sobretudo no Verão. Pensa é que durem pouco: cerca de 2 a 3 semanas (a minha filha colocou um que apenas durou 1- lavava a cabeça todos os dias e esquecia-se que tinha aquilo e esfregava... rapidamente se começou a desprender).
Essa zona do Alentejo é um espectáculo, fazes muito bem em dar essas escapadinhas sempre que possas.
Bjs

laura disse...

*****

Quem tem amigas destas, são umas sortudas.

Realmente não entendo onde é que a nossa Nélinha dizia que me ficava bem o teréré.

Era a bebida ou os enfeites no cabelo?

Olha que levas!... (A Nela...)
(Falta de respeito...)
Adoro-vos... como a outra...
laura

Gigi disse...

Fui tão feliz em Porto Covo, em Vila Nova de MilFontes, na Zambujeira do Mar.

Há anos que não lá vou....

Quanto aos térérés, o primeiro que fiz, foi em Paris, há mais de 15 anos.

Depois, anos mais tarde, fazia sempre um em Santa Cruz. Adoro.

Agora, não posso fazer, mas quando o cabelo voltar a crescer, não me vou esquecer voltar a fazer.

Beijinhos.

Mimas disse...

Pois a minha filha tambem costumava fazer em Sta Cruz e em Lagos até ao dia em que aquilo embaraçou de tal maneira que zás tive que cortar o terere...com o cabelo atrás!

Bjcs,
Mimas

Ah, e adoro a costa alentejana!

Alda disse...

Toda a costa alentejana é linda...
tenho que voltar lá! Não sei quando mas em qualquer altura é linda...
Téréré "trança"também gosto de ver! Bebida nunca provei...
Beijocas

mari-lou disse...

Eu se não me fizesse doer a dormir também fazia um téréré assim de vermelho e verde em homenagem a Portugal há e com amarelo pelo meio assim aqui de lado mas ainda vou pensar melhor. Olha amiga, agora falando um pouquinho mais a sério a tua menina tem uns olhos lindos sai à mãe, que lindas cachopas.

Beijinhos às duas.