31 de janeiro de 2008

Almoço na Escola

Hoje fomos até Alcácer do Sal. A Mafalda, o marido e moi même. O marido foi em serviço e nós prestámos todo o apoio moral.

Iniciámos a jornada com a visita guiada e em primeira mão pela cripta arqueológica situada na Pousada D. Afonso II. E desde já agradeço a amabilidade e simpatia da Esmeralda em nos receber e ser nossa cicerone nesta viagem pelo tempo.

É óbvio que um passeio destes merece um bom repasto e nada melhor do que a Escola para fazer as honras da casa. A escolha do menu suscita sempre algumas duvidas quando estamos perante 3 bons "garfos".

Finalmente chegou o momento mais aguardado. Abrimos com arroz de choco e camarão, depois seguiu-se cachaço de porco preto e fechámos com a magnifica e conhecida empada de coelho bravo com arroz de pinhão. Seguiram-se as sobremesas das quais destacamos o Fidalgo e o doce da casa acompanhado de licor de bolota.

Após este momento incomensurável de prazer, os comensais dirigiram-se de novo até à Pousada para mais uma visita, desta vez pelas salas de clausura e claustros do antigo convento de freiras da Ordem de Santa Clara do Séc. XVI ao Séc. XIX. Por volta dos anos 90 este edificio foi convertido na Pousada Histórica D. Afonso II, uma das mais prestigiadas Pousadas de Portugal.

E na viagem de regresso a Lisboa pensei nas coisas boas que a vida tem!

Caminhadas no Passeio Maritimo de Oeiras

A minha amiga Mafalda e eu decidimos que podíamos comer de tudo desde que nos penitênciássemos com os 5Km diários no Passeio Maritimo de Oeiras. Ora à partida parece tarefa fácil, mas nem sempre é cumprida.

Já conseguimos estabelecer o record dos 8Km, mas com almoço pelo meio, para garantirmos a melhor performance. Com a garrafa de água na mão e mochila às costas, percorremos o passeio maritimo e pomos a conversa em dia, sem nos preocuparmos com a respiração.

Entre gordos, magros, corpos atléticos e musculados, novos e alguns já entradotes, com patins ou de bicicleta, o passeio de Oeiras é um local aprazível para se fazer algum exercicio, aproveitar o sol e respirar o ar do mar.

O mar transmite-nos a tranquilidade que tanto necessitamos e renova-nos a alma para seguirmos em frente nesta marcha.

Se puderem vão até lá e quiçá podemos beber umas caipirinhas.

25 de janeiro de 2008

Porra que dia...só podia ter um final feliz!

Ontem foi dia de exames, ressonância magnética hepática e Rx à coluna.
Entrei no HFF às 9h00 e saí às 14h00. Sentia uma dor de cabeça terrivel. O pânico era tao grande que me apertava o peito, o ar não era o suficiente e eu evitava falar. Comecei finalmente às 11h30 com a ressonância. Odeio aquela filha da mãe de máquina e aquele barulho que quase me leva a loucura. É obvio que todo o tempo que lá estive dentro, tentei manter a mente ocupada com pensamentos agradáveis. Depois vim cá fora, levei o contraste e voltei para dentro. Mais "musica" para a minha cabeça. Quando finalmente acabei, a menina disse-me para eu ir comer qualquer coisa, porque ainda tinha que lá voltar, para dar tempo o contraste percorrer todas as zonas do corpo.

Fui meter qualquer coisa à boca, quem é que tem apetite numa hora destas?

Entretanto chamaram-me para o Rx. No final, a técnica disse-me que não via nada de transcendente. Fixe! Cool!

Lá voltei à porra da Ressonância. Lá para dentro novamente. Novamente a cabeça "entalada" e a respiração descoordenada. Novamente o medo. Mais uns minutos...

Finalmente acabou o tormento. Agora restava saber o veredicto da Dra. Confrontei-a com a minha ansiedade e queria uma resposta. Não foi muito conclusiva, pois carecia comparar este com os exames anteriores. No entanto e à primeira vista as coisas aparentavam-se bem.

Fugi dali o quanto antes. Queria apanhar ar. Queria ver luz. Tentei recompor-me e acreditar que tudo está bem. Doía-me o corpo e a alma. O medo tem uma força incrivel quando se apodera de nós. Aquela manhã pareceu-me uma semana.

A caminho pensei...o que é que há de melhor no Mundo para me renovar as energias e me dar a alegria que tanto necessito? A minha princezinha. Sim, ela mesmo. Só parei à porta do Colégio. " Mãe, vamos ao cinema? Não querida, vamos a um lugar muito melhor. Vamos à Praia, que tal?"

Sol, mar e a minha filha perto de mim foi a combinação perfeita para terminar este dia que começou chato mas que acabou bem.

Nota de rodapé: The day after...
Claro só podia... em pleno Inverno, a Carol esticou-se... começou por molhar os pés e acabou em cuecas e molhada até à barriga. Hoje foi uma noite e peras. Febre, dores de garganta e como se isso não bastasse tive que ouvir o pai. Bem dito Ben-u-ron e maldita desobediência da minha princesa.

24 de janeiro de 2008

"Blind date" no Forum


Ontem fui até ao Forum Almada conhecer 2 miudas espectaculares. Ok já todas sabem, tambem pudera, com este atraso as noticias já correram meio Mundo. São elas a Isa e a Cristina. Para mim foi tudo novo. Nunca tinha tido um "blind date". Mas valeu a pena. Conseguem imaginar 3 tagarelas a "disputar" do seu tempo de antena?... faltou-nos uma moderadora, sim porque o tempo foge-nos e os temas são variados.
O tempo passou e nem demos por ele. Por mim tinha ficado ali toda a tarde... A história das nossas vidas tem tanto em comum que fiquei com a sensação que já nos conhecíamos há mais tempo. 
Depois, olhámos para o relógio e despertámos novamente para a realidade... os filhos, o trabalho e outros compromissos.
Mas ficou a promessa, há mais fóruns, há mais dias e qualquer momento é bom para estar com os amigos.
Até já!

19 de janeiro de 2008

...Eternamente

“…..Eternamente”

“…. E de novo acredito que nada do que é importante se perde verdadeiramente.

Apenas nos iludimos, julgando ser dono das coisas, dos instantes e dos outros.

Comigo caminham todos os mortos que amei, todos os amigos que se afastaram,

todos os dias felizes que se apagaram. Não perdi nada, apenas a ilusão de que tudo

podia ser meu para sempre.”

Miguel Sousa Tavares

11 de janeiro de 2008

As lágrimas de Carol


A minha princesa às vezes tira-me do sério. Ontem, quando fui buscá-la ao Colégio e estacionei o carro no parque das traseiras de minha casa, voltou a ter o mesmo ritual. Sai do carro e vai dar a volta ao parque por entre os carros para contá-los. Já lhe disse para não fazer isso porque pode vir um carro e magoá-la. Mas a teimosia dela é mais forte. Quando a chamei para vir comigo, veio a correr e nesse momento aproximou-se um carro, que apesar de estar distante foi o suficiente para me assustar. Dei-lhe um berro e umas boas palmadas no rabo e disse-lhe que estava muito chateada com ela porque nunca me obedece. Veio cabisbaixa até casa e desatou a chorar.

Passado algum tempo fui dar com ela a desenhar. Vejam como ela expressou o que estava a sentir depois da rabecada que levou. É impressionismo não é??????

8 de janeiro de 2008

1ª Consulta de 2008

Cá estou eu a postar em 2008.

Ontem foi a 1ª consulta após a radio. Correu bem, o "avôzinho" ainda mantem o seu humor que lhe dá um certo charme.

Cada vez que entro naquele hospital sinto ansiedade e cansaço e por sinal ontem estava com um mau feitio tramado... a minha amiga Mafalda foi fazer-me companhia enquanto esperava pela chamada e "comme d'habitude" foram só 5 horas até que o "Sr. Dr." me chamasse. Pelo menos deu para pôr a conversa em dia.

Munida da minha fiel Moleskine, onde escrevo tudo, tal como duvidas a colocar ao medico, lá fui "atacando" o "Sr. Dr." sempre que era oportuno. Não sei se vos aconteceu, mas a minha memória varreu-se aquando da quimioterapia.

Para além de me prescrever as analises de rotina para o final do mês, vou fazer tambem o controlo do figado por RM, aconselhado pela Imagiologia. Depois da ecografia hepatica, verificou-se que tenho uns quistos e um nódulo no figado. Apesar de não parecer nada de grave, foi-me aconselhado controlo de 3 em 3 meses.

Vou fazer tambem RX à coluna para estudo, a pedido do ortopedista.
As dores na cervical e lombar agravaram-se depois da radio. A semana passada fui consultar um especialista que me disse para não me preocupar pois as dores eram normais depois de meses consecutivos de tratamentos. Iniciei o anti-inflamatório Arthrotec e o relaxante muscular Metanor e sinto-me muito melhor. Vou reiniciar a fisioterapia 3xsemana.

Depois das analises e exames feitos ficou agendada a proxima consulta para 18 Fev.